top of page

Leucemia

O que é a Leucemia?

A Leucemia é um tipo de câncer que ocorre nas células sanguíneas, quando a produção das células na medula óssea sai de controle, causando a diminuição dos glóbulos brancos no sangue. Os glóbulos brancos, também chamados de leucócitos, são responsáveis por ajudar o corpo humano a combater elementos estranhos que possam ser prejudiciais à nossa saúde, como infecções, alergias, resfriados e outras doenças. Existem mais de doze tipos de leucemia, classificadas entre agudas ou crônicas, de acordo com a gravidade de cada caso. As principais são a leucemia mieloide aguda (LMA), leucemia mieloide crônica (LMC), leucemia linfocítica aguda (LLA) e leucemia linfocítica crônica (CLL).


Entenda a diferença entre Leucemia e Linfoma:

Ambos afetam as células brancas do sangue, mas possuem formas diferentes de atingir o corpo humano, sendo definidos pelos tipos de glóbulos brancos afetados – linfoides ou mieloides. Os Linfomas formam tumores visíveis em órgãos e sistemas do corpo e impedem que os mesmos funcionem corretamente, não combatendo as bactérias e vírus como deveriam. Já a Leucemia não forma nenhum tipo de tumor visível em órgãos e sistemas, pois se concentra apenas no sangue, dificultando o combate de infecções de maneira adequada.


Quem pode desenvolver:

A Leucemia não escolhe idade e pode variar de acordo com a sua gravidade:

● Leucemia linfoide crônica (LLC): esse tipo de leucemia, pode ocorrer em pessoas adultas (por volta dos 30 anos), mas é mais comum em pessoas idosas (acima de 70 anos).

● Leucemia mieloide crônica (LMC): esse tipo de leucemia é mais comum em pessoas adultas e possui um crescimento lento.

● Leucemia linfoide aguda (LLA): esse tipo de leucemia é mais comum em crianças e possui um crescimento agressivo, que progride rapidamente se não houver o tratamento adequado a tempo.

● Leucemia mieloide aguda (LMA): esse tipo de leucemia possui um crescimento agressivo e pode ocorrer tanto em crianças quanto em adultos, sendo mais observada em idosos.


Principais causas:

Apesar de ser uma doença muito conhecida, as suas causas são desconhecidas, por conta de diversos fatores que podem contribuir com o seu desenvolvimento, como: - Exposição ou manipulação de substâncias tóxicas (pesticidas, agrotóxicos, derivados do petróleo, etc.); - Anomalias cromossômicas (a doença não é hereditária, mas existem casos raros de leucemias genéticas); Principais sintomas: Em muitos casos, o diagnóstico da doença só é possível através de um hemograma de rotina. Por isso, é muito importante manter os exames em dia durante toda a vida.


Esteja atento a sintomas como:

- Anemia; - Infecções frequentes;

- Sangramentos das gengivas e pelo nariz;

- Manchas roxas na pele ou pontos vermelhos sob a pele; - Gânglios linfáticos inchados, principalmente na região do pescoço e das axilas;

- Febre ou suores noturnos;

- Perda de peso sem motivo aparente;

- Desconforto abdominal;

- Dores nos ossos e articulações.


Como prevenir:

A Leucemia não pode ser prevenida pois, ao contrário da maioria dos canceres, não há fatores de risco responsáveis pelo desenvolvimento da doença. Por isso, o maior aliado para o combate da doença é o diagnóstico precoce, que pode ser feito através de exames de sangue, check-ups e hemogramas. Mas o diagnóstico final só pode ser feito após o exame de medula óssea.


Como tratar:

Atualmente existem diversos tratamentos utilizados que aumentam as chances de vida dos pacientes com leucemia, lhes garantindo uma melhor qualidade de vida,

como o transplante de medula óssea, quimioterapia oral e até mesmo medicamentos intravenosos.


#leucemia #leucemiainfantil #leucemiatemcura #leucemiaaguda #leucemiazero #tratamentoleucemia #sintomasleucemia #curaleucemia

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page