top of page

Diferença entre quimioterapia e Radioterapia

O diagnóstico precoce é fundamental no tratamento do câncer infantil. Quanto mais cedo for identificado, maiores são as chances de cura. Na oncologia infantil, o tratamento envolve diversas modalidades terapêuticas, entre elas estão a radioterapia e quimioterapia. No entanto, cada uma dessas terapias possui particularidades que devem ser avaliadas para que seja definido o melhor tratamento para cada paciente.


A radioterapia é uma das modalidades mais utilizadas no tratamento do câncer infantil. E a diferença entre a radioterapia e a quimioterapia é a abrangência: enquanto a radioterapia trata somente uma região específica do corpo, a quimioterapia trata do organismo como um todo.


Os efeitos colaterais vão depender do tumor ou região que está sendo tratada ou da dose que foi aplicada. A radioterapia pode causar efeitos colaterais como fadiga, náuseas, vômitos, perda de cabelo, entre outros. Já a quimioterapia pode causar queda de cabelo, náuseas, vômitos, diarreia, infecções e anemia.

Por isso, é importante que a escolha do tratamento seja feita de forma individualizada, levando em consideração as características do tumor, a idade da criança, o estágio da doença e as condições clínicas do paciente.


É importante que a população esteja ciente da importância do diagnóstico precoce na oncologia infantil e, assim, ajudar a promover o acesso ao tratamento adequado para as crianças que enfrentam o câncer. Você sabia dessa diferença entre a radioterapia e a quimioterapia?



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page