top of page

Como conversar com uma criança sobre o câncer infantojuvenil

O diagnóstico de câncer infantojuvenil é uma notícia que pode abalar qualquer família. É comum que os pais se sintam perdidos sobre como abordar o assunto com seus filhos. Ainda assim, é importante ter uma conversa aberta e honesta com a criança ou adolescente para que ela se sinta apoiada e compreenda o que está acontecendo.


Para ajudar a tornar esse momento mais leve e acolhedor, listamos abaixo algumas dicas:


  1. Seja honesto e claro: é importante explicar para a criança o que é o câncer e o que acontecerá no tratamento, de maneira clara e objetiva. Use uma linguagem adequada para a idade e evite usar termos técnicos que possam confundi-la. Não esconda informações, mas também não sobrecarregue com detalhes desnecessários.

  2. Demonstre leveza e positividade: é importante manter um tom de voz tranquilo e positivo durante a conversa. Mostre à criança que, mesmo com o diagnóstico de câncer, ela ainda pode ter momentos felizes e fazer atividades que gosta. Explique que o tratamento pode ser difícil, mas que existem muitas pessoas que estão prontas para ajudá-la.

  3. Tenha paciência para ouvir as dúvidas e inseguranças: é natural que a criança ou adolescente tenha muitas perguntas e preocupações. Demonstre que está aberto a ouvi-las e esclarecer suas dúvidas. Lembre-se de que a criança pode precisar de tempo para assimilar a informação, então não se preocupe se ela não entender tudo de imediato.


Além disso, é importante lembrar que cada criança é única e pode reagir de maneiras diferentes ao diagnóstico. Algumas podem ficar tristes ou assustadas, enquanto outras podem se mostrar mais fortes e resilientes. É importante respeitar o tempo e o espaço de cada uma delas.


Por fim, não se esqueça de que é fundamental contar com o apoio de profissionais especializados, como psicólogos e assistentes sociais, que podem ajudar tanto a criança quanto a família a lidar com as emoções e desafios que surgem durante o tratamento.


Conversar sobre câncer com uma criança ou adolescente pode ser difícil, mas é fundamental para que eles se sintam acolhidos e amparados. Com paciência, honestidade e positividade, é possível passar por esse momento de maneira mais tranquila e esperançosa.








9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page