top of page

Cigarros eletrônicos e os danos para os jovens

Recentemente, os cigarros eletrônicos, também conhecidos como vape, ganharam um espaço muito rápido, principalmente entre os jovens. Esses dispositivos são considerados uma alternativa mais "segura" aos cigarros tradicionais, já que produzem vapor ao invés de fumaça. No entanto, a verdade é que adotar esse hábito é extremamente prejudicial à saúde, especialmente para os jovens.


Diferentemente dos cigarros tradicionais, os cigarros eletrônicos são compostos por líquidos aromatizados que contêm nicotina e outras substâncias químicas. Quando esses líquidos são aquecidos, eles produzem vapor que é inalado pelo usuário. Embora muitas pessoas acreditem que esse vapor é seguro, a verdade é que ele contém uma série de substâncias tóxicas que podem causar danos à saúde.


Mas quais são exatamente os maiores danos do cigarro eletrônico para a saúde dos jovens? Confira abaixo:


  1. Risco de explosão com danos físicos e materiais às vítimas

  2. Risco quatro vezes maior de que a pessoa se torne usuária do cigarro convencional

  3. Doenças respiratórias como o enfisema pulmonar, doenças cardiovasculares, dermatite e câncer

  4. Danos aos vasos sanguíneos

  5. Prejuízos ao desenvolvimento cerebral

  6. Riscos para a saúde bucal


É importante lembrar que, embora os cigarros eletrônicos possam parecer uma alternativa menos prejudicial aos cigarros tradicionais, eles não são seguros e devem ser evitados, principalmente pelos jovens. A melhor opção é não fumar ou buscar ajuda para abandonar o hábito, caso já tenha se tornado dependente da nicotina.


Compartilhe essa mensagem com um amigo e nos ajude a conscientizar os jovens sobre os perigos do cigarro eletrônico. Cuidar da saúde é fundamental e cada pequena ação faz a diferença.






6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page